BySamuel Oliveira

Ouvidoria participa do Dia Internacional contra a corrupção

A servidora da Ouvidoria, Júnia Lacerda, e as servidoras Cláudia Fusco, Heloísa Rocha e Ana Beatriz Vieira estiveram presentes no evento promovido pela Advocacia Geral da União-AGU no dia 9/12/15, instituído o Dia Internacional contra a corrupção.

Na cerimônia de abertura, foi feito o lançamento da ARCCO – Ação Integrada da Rede de Controle e Combate à corrupção. Trata-se de articulação Inter organizacional  estatal, subjacente à política pública de controle, à qual  envolve 15 órgãos públicos federais e estaduais. O objetivo da ARCCO é fazer um controle efetivo para que os recursos públicos sejam melhores aplicados.

1º Painel – A sociedade civil no acompanhamento das políticas públicas

O Movimento Nossa Betim, representado por Andrea Henriques, é um movimento autônomo e apartidário criado em 2010, do qual participam cidadãos, empresas, entidades empresariais, organizações da sociedade civil e instituições de ensino.

O movimento desenvolveu um sistema de indicadores que está sendo usado pela Câmara e Prefeitura de Betim e é composto de metas que visam aprimorar os 4 anos de mandato, sendo que o beneficiário do sistema é a cidade, explicou Andrea Henriques. Segundo ela, apenas 6 cidades em Minas Gerais possuem o Plano de Metas.

Já o Observatório Social de Uberlândia, representado por Márcio Bocchio, iniciou-se há 1 ano  e concretizou-se na Associação Comercial, além de 6 entidades envolvidas como CDL, Associação Médica e outros. Os desafios são a questão da sustentabilidade financeira. Possuem um aplicativo-Portal da Cidadania.

2º painel – Ações de integridade, transparência e cidadania
  
Houve premiação  do 7º Concurso de desenho e redação da CGU.

Em seguida, a Ouvidora do MPE, Ruth Lies Scholte Carvalho, iniciou sua fala dizendo o que a  “Ouvidoria é a voz do cidadão” e que a mudança de cultura se instala com o exercício da democracia. A Ouvidoria do MPE recebe mais de 2.000 demandas por mês. “Isso se deve ao trabalho da Ouvidoria itinerante, pois percorreram 600 municípios”, explicou a Dra. Ruth. Atualmente, por sugestão de um cidadão, em  toda promotoria  há material de divulgação da Ouvidoria do MPE.
 
Após o Controlador-Geral do Estado de MG, Mário Spinelli, apresentou o novo Portal de transparência e ressaltou que o principal antídoto contra a corrupção é o processo no qual a sociedade participa. O novo portal foi construído para ser referência no país, destacou Mário.

Por fim, a Procuradora da República, Ludmila Oliveira, falou sobre o ranking de transparência em Estados e municípios e informou que a atual campanha iniciada pelo Ministério Público Federal foi abraçada por várias entidades e órgãos públicos. Citou que 200 bilhões são perdidos por ano com corrupção, e com esse dinheiro cada município poderia construir 10 escolas.

Samuel Oliveira administrator