BySamuel Oliveira

Olho na saúde: Novembro Azul

Depois das ações para comemorar o Outubro Rosa, que chamou a atenção de mulheres para a prevenção do câncer de mama, o foco agora são os homens! O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem.

A tecnologia na área da saúde avança a cada dia, mas para a prevenção funcionar é preciso tornar as visitas ao médico mais frequentes. Muitos homens, de todas as idades, ainda carregam um sintoma fatal: o preconceito. O comportamento pode acabar com as chances de diagnóstico precoce de doenças graves como o câncer de próstata.

A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen. Situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz e armazena 10 a 30% da porção líquida do esperma e possui um papel fundamental na fertilidade masculina.

O câncer de próstata é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Grande parte dos pacientes não têm sintomas.  Mas quando existem, são: dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, dentre outros.Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários.

A recomendação é que os homens realizem visitas ao médico com mais frequência e não apenas quando aparecerem sintomas. O exame de toque deve ser realizado periodicamente a partir da idade definida pelo urologista de acordo com a individualidade de cada paciente (por ex. histórico familiar ou outro fator de risco).

Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco do câncer. Mas a influência da alimentação sobre a gênese do câncer ainda é incerta, não sendo conhecidos os exatos componentes ou mecanismos pelos quais ela pode influenciar o desenvolvimento da doença. Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Homens, não deixem que preconceito e prevenção disputem espaço na saúde masculina!

Fonte: Portal Brasil

Samuel Oliveira administrator