BySamuel Oliveira

Ethos convoca empresas para erradicar o trabalho infantil

No próximo dia 11 de novembro, o Instituto Ethos vai reunir empresas para  propor a criação  da Rede de Empresas pela Aprendizagem e Erradicação do Trabalho Infantil. Trata-se de iniciativa inédita no Brasil e será realizada em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

No período de abril de 2014 a 2015, o MTE realizou 9.838 operações fiscais para apurar denúncias de trabalho infantil no Brasil sendo que, desse total, 5.688 crianças e adolescentes foram retirados da situação de trabalho precoce.
 
Segundo Alberto de Souza, ex-chefe da Divisão de Fiscalização do Trabalho Infantil do Ministério do Trabalho, a entrada dos jovens ao mercado de trabalho tão prematuramente é motivada pela falta de preparação profissional adequada. Alberto argumenta que a perspectiva é de que, no futuro, esses jovens continuarão recebendo mal como adultos, o que terá repercussões previdenciárias na velhice.

Esse será o primeiro passo rumo a uma expansão que vislumbra ações de comprometimento e trabalhos focados no tema. A iniciativa de se criar a rede visa erradicar o trabalho infantil, além de propor práticas bem-sucedidas por meio das quais as empresas se comprometam em compartilhar e desenhar estratégias, bem como apoiar a aprendizagem profissional nos contextos onde operam.

Por se tratar de uma obrigação legal constitucional, a aprendizagem, ferramenta fundamental no combate ao trabalho infantil, promove a profissionalização dos jovens, além de mantê-los na escola e capacitá-los para o mercado de trabalho.

Mais informações sobre Rede de Empresas pela Aprendizagem e Erradicação do Trabalho Infantil  escreva para a secretaria.dhumanos@ethos.org.br
 
Fonte: Instituto  Ethos
Foto: Omar Havana/Getty Images

Samuel Oliveira administrator