Bywalkson.carvalho

Conselheiro Ouvidor e diretor-geral participam de seminário sobre os desafios da gestão em tempo de pandemia

O conselheiro Ouvidor do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), Durval Ângelo, e o diretor-geral do TCEMG, Marconi Braga, participaram virtualmente ontem, 10/12/2020, do Seminário Novos Gestores: Desafios da Gestão em Tempos de Pandemia. O seminário, promovido pela Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amans), abordou temas como Educação, Saúde, Assistência Social, Defesa Civil e contou com as palestras do novo procurador geral de Justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior, do Juiz de Direito Isaias Caldeira Veloso, do presidente da 11ª Subseção da OAB/MG André Crisótomo, e de representantes da Amans.

O conselheiro Ouvidor do TCEMG, Durval Ângelo, foi o responsável pela palestra Ouvidorias Municipais: Cumprindo a Lei e Construindo a Cidadania. O conselheiro lembrou o Dia Mundial de Combate à Corrupção, comemorado no dia 09/12, e destacou que a “transparência é o melhor método para controle da corrupção”. Durval detalhou o papel das ouvidorias dentro deste contexto e destacou que elas “são importantes canais de comunicação através dos quais os cidadãos podem exigir transparência dos entes públicos”.

Marconi Braga, diretor-geral do Tribunal de Contas, encerrou o seminário falando sobre O Papel do TCEMG. O diretor-geral enfatizou as correntes mudanças de atuação dos tribunais de contas ao longo dos anos, muitas delas decorrentes da atuação ativa da sociedade que exige qualidade nos serviços públicos prestados. Marconi discorreu sobre as competências do TCEMG e pontuou a necessidade de transparência na utilização dos recursos públicos.

Fonte: Coordenadoria de Jornalismo e Redação

walkson.carvalho editor