BySamuel Oliveira

CGU lança Campanha Pequenas Corrupções – DIGA NÃO

A Controladoria Geral da União (CGU) criou Campanha “Pequenas Corrupções – Diga Não” cujo objetivo é conscientizar os cidadãos para a necessidade de refletir e combater  pequenas atitudes antiéticas e ilegais que  podem ser facilmente percebidas em nosso cotidiano, quase como se fossem situações corriqueiras e típicas da cultura brasileira.

Tais comportamentos como falsificar carteirinha de estudante; roubar TV a cabo; comprar produtos piratas; colar na prova; tentar subornar o guarda para evitar multas, furar fila, colar na prova, bater ponto pelo colega de trabalho, apresentar atestado médico merecem reflexão e uma mudança de postura do próprio cidadão, seja em casa, na escola, no trabalho, em local público.

Primeiramente houve, em 2013, a divulgação das imagens em redes sociais da CGU. A partir de fevereiro de 2014 a campanha atingiu 10 milhões de usuários no Facebook  Confira o álbum.

Para facilitar o acesso às imagens e seu uso, a CGU disponibiliza todas as peças da campanha que poderão ser usadas sem prévia autorização da CGU pelas entidades, órgãos ou cidadãos que queiram fazer uso do material, sem fins comerciais, desde que não haja modificação dos arquivos.
 
Nessa linha, os filósofos Mario Sergio Cortella e Clóvis de Barros Filho lançaram o “livro Ética e vergonha na cara”, cujo conteúdo é similar ao dessa campanha, pois abordam a questão da corrupção, a qual está bem próxima do nosso dia a dia mais do que supomos, como as atitudes já citadas dos brasileiros refletem na formação de  crianças e jovens.  Leva também os leitores a uma reflexão sobre o modo como orientamos nossas escolhas e de que forma a vergonha encontra seu lugar na ética, para que possamos pensar e agir, saindo da zona de conforto, ou seja do comodismo e dos prazeres individuais.

Samuel Oliveira administrator